Mentoria e Consultoria

At vero eos et accusamus et iusto odio dignissimos ducimus qui blanditiis praesentium voluptatum deleniti atque corrupti quos dolores et quas molestias excepturi sint occaecati cupiditate non provident, similique sunt in culpa qui officia deserunt mollitia animi, id est laborum et dolorum fuga.

MASP – Método de Análise e Solução de Problemas

O MASP parte de uma definição de metas claras para que sua metodologia seja aplicada à solução de problemas de perdas, custos, receitas, inadimplência, má qualidade da água, má qualidade do esgoto e má qualidade de serviços. A solução é baseada no ciclo do PDCA a partir da definição de uma meta anual para cada tipo de problema aplicado.

Six Sigma – Método de Análise e Solução de Problemas

O Six Sigma busca a solução de problemas e desafios complexos do saneamento que envolvam grande carga de dados. Normalmente é aplicado a projetos que contam com bancos de dados consistentes, visando análises estatísticas, apoiadas em softwares analíticos como MiniTab e Soluções de BI para tratamento de variáveis, e que normalmente retornem com benefícios altos (superiores a US$ 80.000,00). Pode ser aplicado a perdas, custos, receitas, inadimplência, má qualidade da água, má qualidade do esgoto e má qualidade de serviço. A solução é baseada no ciclo DMAIC (Definir, Medir, Analisar, Incrementar e Controlar), solucionando problemas a partir de uma meta anual buscando ganhos financeiros.

Diagnósticos e Prognósticos de Sistemas de Abastecimento de Água e de Esgotos Sanitários

O DISAE é uma metodologia de diagnósticos de sistemas que compreende um modelo inovador, partindo-se do levantamento das condições das unidades operacionais levando-se em conta riscos ambientais. Segue-se uma avaliação da capacidade destas unidades e o confronto da oferta e demanda, identificando necessidades de investimento (CAPEX) e despesas (OPEX), classificando os levantamentos por programas e projetos de investimento e de custeio.

Diagnóstico e Prognóstico Administrativo/Financeiro, Comercial e de Tarifa em Empresas de Saneamento e Autarquias

Esta metodologia de diagnósticos de autarquias ou de empresas de saneamento, públicas ou privadas, compreende um modelo inovador que parte de um extenso levantamento de dados dos subsistemas administrativos (pessoas, comunicação, tecnologia de informação, patrimônio, serviços gerais, etc), subsistema financeiro (contas a receber e a pagar e financeiro/contábil), subsistema comercial (atendimento, venda, execução de serviços comerciais, hidrometria, cadastro de clientes, medição de consumos, faturamento, arrecadação e cobrança), subsistema tarifário (levantamento da estrutura tarifária e dos custos envolvidos, identificação do modelo tarifário adotado, avaliação da geração de valor da política tarifária atual, da influência do PMSB na tarifa atual e das exigências do ente regulador, bem como comparação com organizações semelhantes).

Projetos de Comissionamento, Diligenciamento, Start up, Pré-operação e Decomissionamento Aplicados ao Início da Operação de Sistemas de Água e Esgoto

Fundamentado nas exigências da contratante e aplicado às suas contratadas, essa solução visa a assunção de novos ativos, mitigando falhas e defeitos decorrentes do inicio da operação.

Projetos de Mentoria ou Coaching Aplicados à Implantação do Modelo de Excelência na Gestão – MEG

Essa metodologia levou a prêmios como PNQS (Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento) mais de 100 municípios brasileiros. Esta solução implementa planos de melhorias visando atender aos requisitos estabelecidos pelos critérios e fundamentos da excelência, oriundos de um treinamento básico seguido da auto avaliação da candidata ao prêmio.

Gestão da Energia Elétrica Integral – GEEi

Consiste em metodologia de mapeamento, monitoramento e tomada de decisões baseada em um cenário claro para que os investimentos sejam potencializados e melhor utilizados.

Gestão Integral de Ativos de Água – GIAA

O GIAA é uma metodologia de planejamento e controle da operação de sistemas, a partir de uma operação científica, apoiado por painéis de bordo online (dashboard’s, em apoio à tomada de decisões da baixa e média gerência, cuja atribuição é manter os sistemas operando com qualidade e produtividade).

Gestão de Rotas de Leitura, Visando Incremento de Produtividade – ROTA

O ROTA é uma metodologia aplicada para buscar melhoria da eficiência e eficácia no processo de coleta de dados na micromedição, aprimorar resultados de leituristas, ampliando desempenho marginal individual e reduzindo custos com a medição, a partir da revisão de processos atuais, treinamento de equipe e aplicação de novos processos visando otimização para melhoria contínua.

Gestão Integral da Micromedição – GIMi

Através da solução Gestão Integral da Micromedição é possível realizar uma análise de todas as etapas do processo nas organizações de saneamento, nas quais existe a participação do medidor, com o intuito de gerarmos uma visão-controle total da cadeia da medição dentro dessas organizações com o objetivo de controlar e reduzir perdas aparentes, fraudes, submedição de hidrômetros e dirimir problemas de faturamento, promovendo uma melhor gestão dos ativos e melhor resultado final da medição.

Gestão Econômico-Financeira de Projetos

O GEFIP implementa o estudo de retorno sobre investimentos em projetos para avaliar viabilidade de implementação, fazendo uso de metodologia de análise de viabilidade econômica de projetos nas organizações de saneamento, visando comprovação de oportunidades de investimentos.

Soluções de Consultoria e Mentoria Sob Demanda

Consistem no desenvolvimento e aplicação de metodologias ou projetos, ainda não disponíveis no mercado, para atenderem a requisitos e necessidades especificas de nossos clientes, tendo em vista exigências de legislação específica, de tac’s – termos de ajuste de conduta, de demandas de agências reguladoras, de agentes financeiros, etc.

Controle da Qualidade de Materiais e Equipamentos

A partir de especificações de produtos e de serviços, inspeções em fábrica, transporte, armazenamento, distribuição, instalação e descarte, o CQM pode ser aplicado para controlar a qualidade de materiais e equipamentos, reavaliar especificação técnica de materiais para abertura de licitações de compras, identificar defeitos em equipamentos nas diversas etapas de sua apropriação, desde a fábrica até seu transporte e armazenamento. Também aborda metodologia de participação em comissões de licitações/compras, visando homologação e adjudicação de contratos de compra, assegurando aderência desse processo às especificações estabelecidas pela ABNT e demais normas nacionais e internacionais.

Projetos de Engenharia Aplicada

Os projetos de Engenharia Aplicada apresentam uma ampla gama de atuação, podendo ser implementados em todas as áreas de operação de uma operadora do saneamento, subdividindo-se em 13 soluções:

– Projetos de Pitometria: o PEA aplicado à pitometria considera medições hidráulicas, elétricas e mecânicas para conceber diagnósticos de sistemas de água e/ou projetos de melhorias operacionais. Baseia-se nas necessidades da operadora em ter sua própria equipe de pitometria, estimando demanda de materiais e equipamentos e elaboração de um plano bienal de pitometria, com treinamento presencial e/ou a distância.

– Projetos de Macromedição: fundamentado em medições (pitométricas ou não), seu objetivo é o dimensionamento, especificação, aquisição, inspeção em fábrica, instalação, start-up e pré-operação de Macromedidores de vazão, pressão e nível d’água. A partir do diagnóstico do sistema de macromedição, concebe projetos de macromedição de vazão, pressão e nível d’água.

– Projetos de Micromedição: fundamentado na avaliação do parque de hidrômetros, este projeto estabelece um modelo de gestão que garanta maximização de valor na apuração de consumos domiciliares, a partir do levantamento do perfil de consumo.

– Projetos de Cadastro Técnico (As Built): esta inovadora solução estabelece uma metodologia de cadastramento de ativos, ao final da obra/serviço, em base física e/ou fotográfica e/ou digital.

– Projetos de Cadastro de Consumidores: essa solução inova ao estabelecer uma metodologia para cadastro de consumidores, desde o atendimento de um pedido de ligação domiciliar de água ou esgoto, em base física e/ou fotográfica e/ou digital.

– Projetos de Integração Cadastral: esta solução inova ao estabelecer uma metodologia de integração cadastral (técnicos e consumidores), alocando-os numa mesma base cadastral, com gestão comercial e muitas vezes adotando-se SIG (Sistema de Informação Geográfica).

– Projetos de Redução e Controle de Vazamentos: fundamenta-se em diagnósticos de perdas reais, que dão origem a projetos de redução e controle de vazamentos aparentes e ocultos.

– Projeto Sip&Sap – Sistema Integrado de Prestação de Serviços e Atendimento ao Público: esta solução baseia-se no diagnóstico da qualidade das áreas de prestação de serviços operacionais, executados em redes de água e de esgoto, possibilitando o redimensionamento de equipes e consequentemente dos veículos, equipamentos, ferramentas e assessórios para realização das operações e serviços com qualidade e boa produtividade, definindo-se uma estratégia de implantação e a integração da área de prestação de serviços com o atendimento ao público.

– Projetos de Operação de Sistemas de Água ou de Esgoto: esta solução baseia-se em diagnósticos da qualidade da operação de ativos (produção e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto), que fundamenta a implantação de modelos de gerenciamento de rotinas de trabalho diário da operação dos sistemas (modelo proposto por Bággio e Falconi).

– Projetos de Manutenção de Sistemas de Água ou de Esgoto: considerando diagnósticos da qualidade da manutenção de ativos (produção e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto), o PASP aplicado à manutenção de sistemas de água e esgoto fundamenta a implantação de modelos de gerenciamento de rotinas de trabalho diário da manutenção dos sistemas (modelo proposto por Bággio e Falconi).

– Projetos de Manutenção Produtiva Total – TPM: partindo-se de diagnósticos da qualidade da operação e da manutenção de ativos, o PASP aplicado à manutenção produtiva total dá origem aos pilares da TPM a serem implantados (Operação autônoma, Manutenção preventiva, preditiva e corretiva, etc).

– Projetos de Melhoria de Projetos e Obras: essa solução baseia-se em diagnósticos da qualidade dos projetos e obras de ativos de água e esgoto, usados para reformular esses processos de apoio em busca de redução de custos, de investimentos, de prazos, com ganho de qualidade e produtividade.

– Projetos de Levantamento do Perfil de Consumo (Consumidores-alvo): esta solução está fundamentada no levantamento de histogramas de consumo, a partir da seleção de amostras representativas de segmentos-alvo de clientes, instalando-se medidores de alta sensibilidade e/ou data loggers, em série com os hidrômetros dos clientes-alvo, registrando os perfis de consumo, a partir dos quais, após análise e sintetização, avalia-se a adequação do sistema de medição atual e outras melhorias do parque de hidrômetros.

Projetos de Mentoria ou Coaching Aplicados à Soluções de Problemas

Os projetos de Mentoria ou Coaching podem ser aplicados a cinco problemas diferentes que impactam diretamente nos resultados da operadora, a saber:

– Problemas de Perdas D’Água: baseado na formulação e execução de estratégias inovadoras de redução e controle de perdas de água.

– Problemas de Custos de Energia Elétrica: baseado na formulação e execução de estratégias inovadoras de redução de consumo e de demanda de energia elétrica.

– Problemas de Aumento da Produtividade de Processos de Medição de Consumo e de Faturamento: esta solução fundamenta-se no conceito do projeto de ROTA, preconiza a melhoria do processo de medição de consumos e de faturamento diagnosticando-se a força de trabalho, seguindo-se a geração de novas rotas de leitura, mais racionais, utilizando-se tecnologias AMR e AMI apropriáveis e que contribuam para aumento da produtividade das equipes, reduzindo custos e viabilizando o cumprimento da meta de 1000 leituras/dia por leiturista.

– Problemas de Redução de Perdas Aparentes: o PASP aplicado à problemas de perdas aparentes baseia-se nos conceitos da gestão integral da micromedição – GIMi, fundamentado em 10 etapas que possibilitam a aquisição e instalação dos melhores hidrômetros possíveis, maximizando os volumes consumidos, respeitando-se critérios de viabilidade técnica, econômico-financeira e socioambiental.

– Problemas de Redução de Perdas Reais: desenvolvido sob a ótica da gestão integral da macromedição – GIMa, fundamentado em 10 etapas que possibilitam a aquisição e instalação dos melhores macromedidores possíveis, instalados nas entradas de macro e micro setores da distribuição, minimizando as vazões mínimas noturnas, respeitando-se os critérios de viabilidade técnica, econômico-financeira e socioambiental.

Start typing and press Enter to search