Você sabe o que é desenvolvimento sustentável?

A definição mais aceita para desenvolvimento sustentável é aquele capaz de suprir as necessidades da geração atual, mas sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das gerações futuras.


Esse conceito foi apresentado pela primeira vez no Relatório Nosso Futuro Comum durante a Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, em que se discutia como harmonizar o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental. 

Portanto, a ideia central do desenvolvimento sustentável é garantir que as atividades humanas não esgotem os recursos naturais, como água limpa e terra aráveis. Mas, ao mesmo tempo, visa proporcionar às pessoas, agora e futuramente, um nível satisfatório de desenvolvimento socioeconômico e cultural.

 

Princípios do desenvolvimento sustentável 

A sustentabilidade corresponde ao crescimento econômico com igualdade e justiça social, sem esgotar os recursos naturais. Portanto, o desenvolvimento sustentável apoia-se em 03 princípios diferentes:

 

Sustentabilidade ambiental: uso racional dos recursos ambientais a fim de preservá-los para as futuras gerações também usufruírem. 

Sustentabilidade econômica: ações tomadas nas esferas financeira, produtiva e tecnológica

Sustentabilidade social: assegurar o bem-estar social pela redução das desigualdades e pela garantia dos direitos básicos dos cidadãos. 

 

Dentro desse cenário temos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  Eles foram lançados em setembro de 2015, durante a Cúpula de Desenvolvimento Sustentável, na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). 

Os ODS tiveram como base os oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, que estabeleceram metas para o período entre 2000 e 2015. Como os resultados foram muito positivos, a ONU decidiu criar novas metas para os próximos 15 anos, originando os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Essa foi uma decisão histórica em que os 193 países membros da ONU decidiram unir forças em prol de uma Agenda Mundial de Desenvolvimento Sustentável, que deve ser cumprida até 2030.

Ao todo, são 17 objetivos que devem ser alcançados por todos os países assinantes. Dentre esses objetivos, temos o número 06, que consiste em assegurar a disponibilidade e a gestão sustentável da água e saneamento para todos. Neste objetivo, estão definidas algumas metas como:

 

  •  Acesso universal e igualitário à água potável.
  •  Acesso a saneamento e higiene adequados para todos.
  •  Acabar com a defecação a céu aberto.
  •  Melhorar a qualidade da água, reduzindo a poluição e minimizando a liberação de produtos químicos.
  • Proteger e restaurar ecossistemas relacionados com a água, como florestas, rios, aquíferos e água.

 

O Brasil está entre o grupo de nações que se comprometeram em atingir os 17 objetivos propostos. Mas, infelizmente, ainda estamos muito longe de atingi-los, principalmente na área de saneamento.

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saneamento Básico (PNSB) realizada em 2020 pelo IBGE, cerca de 39,7% dos municípios brasileiros não têm serviço de esgotamento sanitário. Quando analisamos os índices por estado, conseguimos perceber uma grande desigualdade, enquanto no Sudeste mais de 90% dos municípios possuem serviço de saneamento, no Nordeste a porcentagem é de apenas 16,2%.

 

Qual a importância do desenvolvimento sustentável?


A Revolução Industrial mudou a forma como o homem se relaciona com a natureza, intensificando a utilização desenfreada dos recursos naturais. Muitas vezes, esquecemos que alguns desses recursos são finitos; até mesmo a água, que por muito tempo foi considerada infinita, pode torna-se indisponível se o uso irresponsável e exagerado permanecer. 

O desenvolvimento sustentável é importante para garantir o manejo correto dos recursos naturais para que eles não se esgotem e possam atender às necessidades da geração atual e futura. 

Além disso, se não mudarmos a nossa relação com o meio ambiente e adotarmos um desenvolvimento mais sustentável, sofreremos com as consequências da degradação ambiental, como a intensificação de fenômenos climáticos e naturais, como secas, tsunamis e furacões, queda na produtividade de alimentos e o aumento da fome, consequentemente.  

 

Brasil e o desenvolvimento sustentável

 

Assim como a maioria dos países, enfrentamos o desafio de conciliar os objetivos econômicos aos de preservação ambiental. Porém, graças a diversas ações políticas o Brasil chegou a ser considerado um país com imenso potencial de desenvolvimento verde. 

No entanto, nos últimos anos, tivemos uma mudança de postura na política ambiental brasileira. 

 

Como podemos contribuir para um mundo mais sustentável? 

 

Como cidadãos, temos a obrigação de cobrar as autoridades políticas para que promovam ações sustentáveis. No entanto, algumas pequenas atitudes do dia a dia também contribuem para um mundo mais sustentável, como:

 

  • Descarte correto do lixo e separação do lixo orgânico e não orgânico, além de práticas de reciclagem.
  • Utilizar energias limpas e renováveis em casa, como a energia solar. 
  • Optar por produtos biodegradáveis e evitar materiais que demoram para se decompor na natureza, como o plástico.
  • Evitar o desperdício de água e economizar energia elétrica. 
  • Praticar o consumo consciente.

 

Como podemos perceber, o desenvolvimento sustentável é necessário para garantir qualidade de vida para a geração atual e futura. Portanto, ele deve estar presente na agenda política de qualquer partido e incorporado no dia a dia da sociedade.

Start typing and press Enter to search